Passar para o conteúdo principal
Return

Dr. Jorge Rubio

  • Odontologista com dedicação exclusiva à Endodontia em Alicante e Castellón.
  • Professor do Mestrado em Endodontia e Odontologia de Restauração, e PTD I e PTD II na Licenciatura em Odontologia ministrada em inglês.
  • UCV. Doutoramento em Odontologia. Excelente Cum Laude.
  • UCV. Mestrado Próprio em Implantologia e Cirurgia Oral. IVAII (Instituto Valenciano de Implantología Inmediata).
  • Diploma em Odontologia de Restauração e Estética.
  • UV. Mestrado Universitário em Endodontia e Odontologia de Restauração.
  • UCV Licenciatura em Odontologia.
  • UCV. Membro Titular da AEDE.

 

Sessões nas quais ele participa: 

 

ENDODONTIA: 2 abordagens diferentes 1 mesmo objectivo, novas ligas (ver sessão)

Resumo:
Atualmente, em Endodontia, ao realizar um tratamento de canais temos diferentes opções para obter um resultado de sucesso a médio e longo prazo. Existem sistemas de instrumentação com movimento rotativo contínuo e alternativo; com diferentes ligas como M-Wire, Gold-Wire, Blue-Wire... que nos dão melhor resistência à fratura dos nossos instrumentos.

Em relação à família Reciproc, temos as seguintes limas:

  • R-Pilot: Para realizar uma correta permeabilização que nos ajudará muito em casos de canais estreitos e/ou curvos.
  • Reciproc: Composto pelos instrumentos R25, R40 e R50. É um sistema que otimiza e facilita a realização do tratamento de canais, pois simplifica a série de limas utilizadas. Tornou-se um “Gold Standard” para o retratamento de canais.
  • Reciproc Blue: Com o mesmo design das anteriores, mas com um tratamento térmico adicional que proporciona controlo de memória, maior flexibilidade e resistência à fratura…o que os torna instrumentos ideais para canais curvos.

Pode observar-se que existem 2 filosofias de instrumentação diferentes no campo da Endodontia, mas que atingem o mesmo objetivo final.

 

Compre já o seu bilhete para a DS World Madrid

© Dentsply Sirona 2021. Todos os direitos reservados